9 de outubro de 2020
A relação entre saúde e o bem-estar espiritual na qualidade de vida

by:Caffeine Academy

O que você vai ler aqui:

Quando falamos em saúde, logo relacionamos ao dado biológico, físico ou mental. No entanto, saúde é uma busca constante por bem-estar, equilíbrio e integração entre todos os campos da vida.

As questões que envolvem a saúde humana também estão ligadas ao social, ao coletivo e, principalmente, ao espiritual. Isso quer dizer que estar bem consigo mesmo, na relação com o outro, com a natureza e na relação com a transcendência ou Deus, é tão importante quando o bem-estar físico.

Desde o final dos anos 70, a OMS (Organização Mundial de Saúde) reconhece o bem-estar espiritual como uma dimensão importante para o equilíbrio do indivíduo. Mas vale ressaltar que o conceito de espiritualidade não está atrelado ao conceito de religiosidade e das crenças religiosas.

Isso porque todo ser humano é um ser espiritual, independente de ter uma religião ou sua crença particular. No momento em que ele transcende, em que ele consegue refletir sobre a sua própria existência e fazer projeções além dele mesmo, num sentido muito físico, o aqui e agora, ele está vivendo a sua experiência de espiritualidade.

A saúde e o bem-estar espiritual

A questão de associar saúde e doença apenas ao dado biológico é bastante reducionista, pois o elemento espiritualidade é uma dimensão da pessoa que também precisa ser valorizada.

Quando atrelamos a saúde ao bem-estar espiritual, estamos falando de ciências humanas, as ciências sociais, e percebendo no contexto de práticas de saúde que essas práticas estão além da unidade hospitalar.

Exemplificando, uma pessoa em processo terapêutico está biologicamente doente, mas tem uma percepção positiva de sua vida, do que ela deseja para além do seu corpo físico – ela tem consciência da sua doença e mas opta por se manter espiritualmente bem, estar emocionalmente tranquilo, vivendo de maneira bastante equilibrada, sem se sentir doente.

Isso é um fator interessante, pois esse bem-estar espiritual tem atuação direta sobre a saúde humana como um todo. A crença que a faz compreender que ela é mais do que a sua doença, mais do que aquele momento de dor, vai repercutir de maneira muito saudável e positiva na recuperação da saúde, mental inclusive, dessa pessoa.

Mas esse bem-estar espiritual, ou a ausência dele, também atua de modo contrário e é algo muito presente na nossa sociedade moderna. Quantas pessoas nós conhecemos sem nenhuma doença aparente, nenhum diagnóstico clínico e estar vivendo uma profunda infelicidade?

Estar emocionalmente adoecido também possui influência direta na saúde biológica, física e mental. Por isso o diagnóstico de doenças emocionais, como a depressão, tem sido cada vez mais difícil, estar aparentemente bem não é sinônimo de saúde.

Como manter o equilíbrio da saúde e o bem-estar espiritual?

O equilíbrio entre a mente, o corpo e o espírito é capaz de trazer inúmeros benefícios e melhorar a qualidade de vida. Mas esse bem-estar não é algo arbitrário ou casual que surge do nada, ele requer esforço, empenho e dedicação da nossa parte.

Não existe uma receita para guiar o encontro com esse “afago na alga” já que cada indivíduo vai se identificar com uma forma distinta de praticar esse desenvolvimento mental, físico e espiritual de si mesmo.

No entanto, há algumas práticas simples que podem ser inclusas na sua rotina de saúde e bem-estar espiritual para que a que a força e a motivação acompanhem sua jornada diária rumo ao sucesso e ao bem-estar emocional.

5 práticas para alcançar a saúde e o bem-estar no dia a dia

1. Não alimente o negativismo

Como citamos acima, o que você sente causa respostas no seu corpo, assim como o que você fala ou pensa. Combata todo negativismo que surgir, mesmo que inconscientemente. Ocupe sua mente com pensamentos positivos pois isso te aproximará do que é importante.

2. Defina prioridades

Nosso corpo funciona como uma máquina, tem uma quantidade diária de energia a ser gasta da hora que acordamos até a hora de dormir, quando recarregamos nossa bateria física, mental e emocional. Sendo assim, pense e repense naquilo que é realmente importante para si, seja isso o que for. Tenha metas definidas e foque seu tempo, energia e atenção nas ações que estão alinhadas a ela, o que for menos importante pode esperar para ser resolvido em outro momento.

3. Não se compare

A comparação é algo enraizado na nossa vida desde a infância nos tornando eternos competidores em busca de algo maior que o do outro. As comparações nos afastam da nossa própria realidade, criam falsos mitos e, muitas vezes, nos levam a frustação. Sendo assim, se for para competir, seja sempre seu próprio adversário. Comece comparando seus próprios valores e busque transformar os pontos da sua vida que não lhe acrescentam felicidade e bem-estar.

4. Registe seu sucesso

Reviva a experiência dos diários e passe a anotar diariamente as coisas boas que aconteceram no seu dia ou as metas que que você já concretizou em um determinado espaço de tempo. Essa é uma forma de externar seu reconhecimento e gratidão pelos momentos positivos, além de estar sempre disponível como um lembrete para elevar os ânimos e a crença nos momentos mais difíceis.

5. AJA

Não espero que algo aconteça para que você tome uma atitude. Exercite sua autoconfiança, saiba reconhecer suas competências e suas falhas, encontre soluções e estude formas de contornar suas fragilidades. Faça o que for preciso para se manter no controle da sua vida, não esqueça que prioridades é sua palavra-chave.

Além de mudar suas atitudes consigo e com outro, a forma como enxerga o mundo e o modo como se posiciona diante das situações menos favoráveis, você também pode recorrer a algumas terapias funcionais para alcançar a harmonização do corpo, da alma e do espírito, tais como:

  • Meditação
  • Yoga
  • Aromaterapia
  • Reiki
  • Euritmia

Por fim, cada um possui uma relação particular com a espiritualidade e sua conexão deve ocorrer da forma mais especifica e satisfatória para si. O primeiro passo para expansão de consciência é o entendimento da diferença que existe entre espiritualidade e religiosidade.

Enquanto a religião está associada ao conjunto de regras, hábitos e crenças voltado para a adoração de um ser divino, a espiritualidade está associada ao ato de cuidar das coisas do espírito.

Então, lembre-se que você não precisa estar em uma religião para alcançar seu bem-estar espiritual, você só precisa seguir o seu coração, acreditar.

 

Autor:
Caffeine Academy