7 de julho de 2021
Nutrição holística: o que é, benefícios e como funciona

by:Caffeine Academy

O que você vai ler aqui:

Desde criança ouvimos falar sobre a importância da nutrição e, mesmo sem saber ao certo do que se trata, crescemos com a referência de que determinados alimentos são fundamentais para nos mantermos fortes e saudáveis. Afinal, quem nunca foi obrigado a comer uma verdura ou fruta para auxiliar no crescimento?

Mas na fase adulta as coisas não mudam, já que manter uma alimentação nutritiva e balanceada continua sendo essencial para equilibrar a saúde, a energia e o bem-estar, tanto físico quanto mental.

E partindo da premissa de que tudo o que você come tem efeitos no seu corpo, surgiu um novo conceito e estilo de vida chamado de nutrição holística, que busca promover o equilíbrio do corpo, da mente e das emoções através da alimentação saudável.

O que é nutrição holística?

A palavra holístico vem do termo “holos”, que em grego significa "todo" ou "inteiro". Em resumo, ela se classifica como qualquer doutrina que procura compreender os fenômenos na sua totalidade e globalidade.

Sendo assim, a nutrição holística tem como concepção uma filosofia que utiliza os alimentos e suas propriedades como forma terapêutica a favor de cada pessoa, de acordo com suas necessidades físicas e emocionais.

A proposta de utilizar a alimentação integralmente tem a capacidade de tratar diferentes enfermidades de maneira natural, mantendo o organismo saudável e promovendo diferentes benefícios no dia a dia.

Como funciona a alimentação holística?

Não existe segredo ou fórmula específica para seguir uma nutrição holística, o que baseia esta filosofia é conservação de uma dieta rica em macro e micronutrientes essenciais para o organismo, pensando também nas suas propriedades terapêuticas para beneficiar as condições físicas e emocionais de cada pessoa.

Assim, a base de uma alimentação holística está no consumo de ingredientes frescos, naturais e sem hormônios, como:

  • Alimentos orgânicos;
  • Frutas e vegetais;
  • Proteínas de origem vegetal (grão, semente e cereal);
  • Oleaginosas (castanhas, nozes, avelãs, amêndoas);
  • Chás e infusões de ervas medicinais;
  • Especiarias (cúrcuma, pimenta, gengibre, cravo e canela).

Vale lembrar que um plano alimentar deve ser feito com base na saúde de cada indivíduo, após o entendimento de quais são os aspectos em deficiência ou que necessitam de atenção. Assim, é ideal contar com a ajuda profissional.

A nutrição holística tenta envolver aspectos físicos e emocionais para chegar até a reeducação alimentar. É como se ela utilizasse a forma adequada de se nutrir para oferecer também um equilíbrio espiritual, causando uma sensação de bem-estar experimentada através de um propósito e não apenas de uma dieta restrita e temporária com foco na perda de peso.

Além disso, nutrir-se não está só relacionado ao que você come. Então, nesta filosofia podemos citar também a importância de alimentar seu corpo como um todo. Nutrir sua mente de pensamentos positivos e conhecimento, por exemplo, também são significativos neste processo. 

Benefícios da nutrição holística

Entre os principais benefícios adquiridos ao adotar esse estilo de vida são:

  • Aumento da disposição física;
  • Retardo do envelhecimento;
  • Fortalecimento do sistema imunológico 
  • Desintoxicação e funcionamento regular do sistema gastrointestinal; 
  • Melhora da retenção de líquidos e emagrecimento saudável;
  • Diminuição do estresse físico ou emocional;
  • Redução dos efeitos da TPM.

Dicas para começar a nutrição holística

 

  1. Um dia por vez

Você deve introduzir essa reeducação alimentar na rotina aos poucos. Velhos hábitos não são esquecidos ou abandonados da noite para o dia, por isso é mais importante manter a constância em um determinado momento da sua rotina alimentar e, gradualmente, ir expandindo-o nas demais refeições. Quando a alimentação saudável fizer parte de sua rotina de forma natural, vá incorporando outras formas de cuidado.

Post relacionado: O papel da alimentação na saúde mental

  1. Respeite seu corpo

Nem tudo que é gostoso é bom para nossa saúde física, mental e emocional. Tudo que consumimos está diretamente relacionado a estes três campos da nossa vida, então comece a identificar hábitos alimentares dispensáveis, que não somam para o seu bem-estar contínuo, e elimine-os da sua vida. Processados, salgadinhos, frituras, fast-food e tantas outras coisas não estão na lista de itens essenciais que a qualidade de vida e longevidade necessitam. 

  1. Sirva-se de hábitos saudáveis

Comer bem é a peça-chave para uma vida mais saudável, mas quando falamos sobre nutrição holística, existem práticas tão importantes quanto para manter o pleno equilíbrio do corpo e mente. Aproveite seu novo estilo de vida para inserir novos hábitos, praticar atividade física, ler, meditar, dormir bem e se hidratar também são nutrientes preciosos para seu corpo.

Autor:
Caffeine Academy